Os Meninos Verdes

São duas lendas semelhantes que são repassadas a respeito do casal de irmãos de cor esverdeada, que dão nome a lenda dos Meninos Verdes. A mais comum é a historia datada de 1135, passada no reino unido, a segunda é contada na Espanha em 1887, há ainda uma terceira versão espanhola, datada de 1906 que foi submetido a investigações devido a criação de documentos sobre o assunto, mas esta é pouco divulgada entre os grupos que conversam sobre o assunto.

e6eg0m Os Meninos Verdes

A lenda

Independente de suas datas, a lenda é basicamente a mesma, salvo alguns detalhes que incrementam a lenda. Pois então a lenda conta que foram encontrados um casal de crianças, uma menina de dez anos e um menino de onze anos, próximo a cidade (na primeira versão, o casal de irmãos surge de um fosso profundo próximo a plantações, sua aparição foi diante dos olhos de varias pessoas e se passa no Reino Unido), pareciam perdidos e tinham a pele rugosa, em tom verde escuro, cabeça proeminente e grandes olhos. Estas não comiam ou bebiam e somente choravam e se lamentavam em seu idioma irreconhecível, o menino morre dias depois de depressão, a menina consegue se curar, passa a comer brotos de feijão, sua pele clareia até que um dia ela se casa.

Ao ser perguntada sobre sua terra, esta somente dizia que era uma terra sem luz, que ao seguir o som de sinos, se perdeu de sua casa chegando ali. Muito se especulou sobre os acontecimentos da data da primeira versão da lenda, como a linguagem das crianças que poderia ser um dialeto flamengo, sendo o rei Henrique II, este perseguiu mercadores flamengos e tecelões, podendo as crianças ao ter seus pais mortos, fugidos à floresta e sofrido com a carência de alimentos e de iluminação, tornando sua coloração diferente.

A versão mais recente relata até que estudiosos ao se envolverem no caso, descobriram que as crianças não possuíam pâncreas, que havia somente um pulmão de maior proporção que o de um ser humano e em sua pele haviam fibras desconhecidas, tudo afirmado por uma revista lançada em 2004 confirmando a origem espanhola da historia

Gostou? Então compartilhe:

Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...